Resenha: Delírio

Título: Delírio
Autora: Lauren Oliver
Série: Delírio #1
Editora: Intrínseca
Gênero: Distopia
Páginas: 342
★ ★ ★ ★ 
Muito tempo atrás, não se sabia que o amor é a pior de todas as doenças. Uma vez instalado na corrente sanguínea, não há como contê-lo. Agora a realidade é outra. A ciência já é capaz de erradicá-lo, e o governo obriga que todos os cidadãos sejam curados ao completar dezoito anos. Lena Haloway está entre os jovens que esperam ansiosamente esse dia. Viver sem a doença é viver sem dor: sem arrebatamento, sem euforia, com tranquilidade e segurança. Depois de curada, ela será encaminhada pelo governo para uma faculdade e um marido lhe será designado. Ela nunca mais precisará se preocupar com o passado que assombra sua família. Lena tem plena confiança de que as imposições das autoridades, como a intervenção cirúrgica, o toque de recolher e as patrulhas-surpresa pela cidade, existem para proteger as pessoas. Faltando apenas algumas semanas para o tratamento, porém, o impensado acontece: Lena se apaixona. Os sintomas são bastante conhecidos, não há como se enganar — mas, depois de experimentá-los, ela ainda escolheria a cura?

"Para erradicar definitivamente o amor e garantir o bem-estar da população, todos os cidadãos, ao completar dezoito anos, passam por um tratamento obrigatório fornecido pelo governo. Depois, livres do mal, jamais irão experimentar o gosto amargo do sofrimento e tampouco os sabores fortes da euforia, do arrebatamento, da paixão."

Isso é o que dizem... E Lena Haloway não vê a hora de passar pela intervenção e se tornar uma pessoa considerada normal. Ficar livre da doença do amor e livre dos comentários e olhares, pois Lena carrega nas veias o sangue de uma mulher que passou 3 vezes pela intervenção e resistiu a cura. Sua mãe preferiu morrer ao ter que passar pela quarta intervenção, deixando Lena e sua irmã aos cuidados dos tios.
Lena não desgruda de sua amiga Hana, juntas elas dividem segredos, sonhos  e medos. E agora Lena começa a imaginar como será suas vidas depois da intervenção. 

"Nós seremos diferentes. Seremos adultas, curadas, marcadas, rotuladas, emparelhadas, identificadas e colocadas decisivamente em nossos caminhos para a vida, bolinhas de gude perfeitamente redondas preparadas para descer rampas lisas e bem-definidas." Pág. 76

No momento que Lena está sendo analisada no laboratório, para poder passar pela intervenção e finalmente ficar curada, um incidente acontece e sua vida começa a tomar outros rumos. No início não é fácil, mais com os passar dos dias a verdade de muitas coisas são reveladas e muitas mentiras também, deixando Lena com muita raiva e se sentindo traída por aqueles que ela achava está protegendo a sociedade.

Delírio é uma das primeiras distopias que leio. Não me decepcionei com delírio, mas confesso que estou traumatizada com séries. (Quando termino um livro, não me aguento de curiosidade pelos próximos).
Lauren Oliver conseguiu me deixar triste, confusa, ansiosa e curiosa ao mesmo tempo, na última página do livro. Sem contar que a autora sabe escrever de uma forma sensacional, ela usa as palavras de um jeito que o leitor fica hipnotizado pela história. Eu peguei Delírio na estante por curiosidade, não ia começar a lê-lo, pois havia outros livros na fila de leitura,  mas a verdade é que, quando comecei a ler a primeira página só parei quando estava na última (risos).
Com uma narrativa envolvente e emocionante, Delírio é um livro que te prende a atenção do início ao fim. Os personagens são cativantes e apaixonantes. Lena é uma garota forte, que consegue ser medrosa em alguns momentos, e corajosa quando precisa. Hana é uma amiga confiável, alegre, desinibida e super confiante, o que me fez gostar muito dela no decorrer da história. 
A diagramação do livro é perfeita, desde a capa até os detalhes das folhas amareladas. A editora Intrínseca fez um belíssimo trabalho. 
Com um final eletrizante, só posso dizer que estou super ansiosa pela continuação que será "Pandemônio" e dizer a vocês que recomendo Delírio com certeza.
"Amor, a mais mortal das coisas mortais: Mata quando você tem e quando você não tem."
"Achavam que amar era algo sublime. Mas isso foi antes de encontrarem a cura."

11 comments

Julia G 30 maio, 2012

Ei Polly, já vi várias opiniões divergentes sobre esses livros, mas eu estou doidinha para ler. Adoro distópicos, e o fato de ter todos os elementos que eu gosto em um livro me agradam bastante. Eu também estou nessa crise com as séries, mas não adianta, emendo uma atrás da outra.

Beijos

Cheiro Livros 30 maio, 2012

Me apaixonei pela capa, confesso que não cai de amores pelo tema, mas ainda sim, fiquei com muita vontade de ler. Do jeito que você descreveu a protagonista não fiquei com raiva dela, o que acontece com muita frequência UASUHAUHS Mas só vou dar o veredito quando ler!

Mi - CheiroLivros.com

Leandro de Lira 30 maio, 2012

Oi!
A capa do livro é perfeita. Só a capa já foi o suficiente para chamar minha atenção.
Adorei a resenha. E confesso que estou também ficando desanimado para comprar série pelo mesmo motivo que o seu.
Abraço!

"Palavras ao Vento..."
www.leandro-de-lira.com

Caíque Fortunato 30 maio, 2012

Gostei muito da sua resenha e de poder conhecer melhor o livro Delírio, até então só tinha lido a sinopse, acho que resenha essa é a primeira, e ficou muito legal. gosto de livros do tipo, que nos deixam doidos para ler a continuação...

Abraços
Caique Fortunato
http://entrepaginasdelivros.blogspot.com/

Kellen Oliveira 30 maio, 2012

nossa, nao sabia qe existia esse livro O: adorei ele *-*

tenho texto novo, um beijo ;*

http://kehcristina.blogspot.com.br/2012/05/se-sorte-lhe-sorriu-porque-nao-sorrir.html

Mari Vasconi 30 maio, 2012

Cura pro amor??? Ja me interessei! hahahahaha

Beijinhos!
http://etcemari.blogspot.com

Cantinho de Cah 30 maio, 2012

Oi Linda!

Vim dizer que estou realizando um sorteio lá no meu blog.

1 Brinco super lindo da Fascínia Folheados

Participe!

http://cantodecah.blogspot.com.br/2012/05/nova-parceria-sorteio.html

Beijokas

Isadora Oliveira 31 maio, 2012

Adorei a resenha,estou doida para ler o livro!

super beijos

http://meumundo100regras.blogspot.com.br/

Gabi 31 maio, 2012

Ainda não li o livro, mas é um dos próximos da fila. Fiquei apaixonada desde que pus meus olhos nele em inglês, curiosa sobre o amor como uma doença. E ainda não li uma resenha negativa sobre o livro. E séries, trauma todo mundo tem, mas é praticamente impossível encontrar um livro que não seja ;/

Beijitos
http://www.bookpetit.com/

Jacqueline Braga 31 maio, 2012

Delírio é uma das minhas distopias queridinhas, e estou super ansiosa pela continuação. O final é de querer arrancar os cabelos shauhsuhas
bjos

Nana 01 junho, 2012

Hello!
Ah ando ficando desanimada com séries também, pelo mesmo motivo
Mas esse livro parece ser ótimo, o plot chama bastante minha atenção..


beijos
Nana - Obsession Valley :)

Postar um comentário