Autores Parceiros



Eliane Quintella começou a escrever ainda criança para o Jornal do bairro em que morava. Em sua infância era conhecida entre seus colegas pelas redações que escrevia. Quem estudou com ela no ginásio lembra-se de suas redações. Naquela época, ela já tinha a certeza de que queria passar toda sua vida escrevendo. A vida seguiu. Eliane formou-se em Direito, trabalhou, fez mestrado, trabalhou, fez cursos, trabalhou e nunca deixou de escrever. Até que um dia viu-se em casa, com o punho quebrado, por um mês inteiro. Era sua grande chance. Escreveria um livro. E, foi assim que animada começou o projeto do seu primeiro livro: PACTO SECRETO, o primeiro da saga da Valentina. Depois disso, já escreveu a continuação da saga formada por PRAZER SECRETO e HISTÓRIA SECRETA. Mas isso é apenas um pedaço do seu sonho, pois ele é ainda maior e repleto de livros.


Médica pediatra, nasceu em Pernambuco e mora no Recife desde criança. Trabalha no Hospital Universitário da Universidade de Pernambuco. Escreve poesias desde a adolescência e também escreve contos e crônicas. As crônicas da Terra do Lago: O primeiro ministro é o primeiro livro da autora. Um livro de aventura no mundo mágico da Terra do Lago onde vemos a busca da princesa Diana por seu reino perdido. 



Gisele Carmona nasceu em São Paulo, capital, no ano de 1983, e é formada em jornalismo. Desde criança é apaixonada pela literatura. Aos 15 anos percebeu que sua mente estava repleta de ideias e passou a escrever os seus próprios textos. Nas trevas e na luz é seu primeiro romance publicado e foi desenvolvido em 2008. Também possui contos nas antologias da editora Andross: Moedas para o Barqueiro, Próxima Estação. 


Marcelo Siqueira Silva nasceu em 1987 em São Paulo, onde se formou em Naturopatia. Na mesma cidade, seu primo, Gustavo Costa de Almeida Siqueira, nascido no ano de 1986, formou-se em Gestão Ambiental. O interesse por escrever  surgiu logo cedo, e não tardou para que definissem similar estilo dentro do gênero Fantasia. Criaram diversos contos e histórias durante nove anos e, no ano de 2009, resolveram iniciar um novo projeto, a trilogia O Príncipe Gato, através do pseudônimo Bento de Luca.  Possuem a forte crença de que existem histórias com o potencial de criar conceitos e despertar nossas emoções; histórias estas a serem contadas, celebradas e recordadas.


Mallerey Calgara


Nasci no interior de Minas Gerais, Carmo do Cajuru, sob o signo de Aquário. Aos quatro anos mudei-me para Belo Horizonte,onde moro até hoje.Sou leitora voraz desde os cinco anos quando aprendi a ler com uma de minhas irmãs.Por volta dos meus nove anos,meu livro de paixão era O Pequeno Príncipe,de Antoine Saint-Exupéry,que considero ter marcado minha vida. Cursei a faculdade de psicologia e acrescentei em minha lista escritores consagrados como Dante, Sartre, Freud, dentre outros.Trabalhei na aviação alguns anos como comissária de bordo.Participo de projetos ligados a proteção de animais e mantenho em minha residência um abrigo para cães e gatos com minha filha.Sou possuidora de grande imaginação e fui incentivada por minha família a colocar no papel minhas ideias, de onde nasceram as obras de ficção Beco da Ilusão, O Segredo da Caveira de Cristal e Anjo Negro,sendo este último minha primeira publicação.


Adriana Brazil


Adriana Brazil nasceu no Rio de Janeiro na cidade de São João de Meriti, no dia 27 de maio. Tem um filho chamado Lucas de 4 anos, formada em música, pela Escola de Música Villa-Lobos do RJ. E nas horas vagas fotógrafa amadora. Adriana adora desenhar e pintar.



Érica Lopes


Paulista de coração, Recifense por natureza. 27 anos, solteira. Mora com avó, formou-se em 2009 pela Universidade Nove de Julho - Uninove, o curso de Administração de Recursos Humanos. Apaixonada por música e livros. Ama escrever e de vez enquanto, brinca de ser poeta. Março de 2009, para ser mais exata 14 de Março de 2009, estava eu, na frente do computador, escrevendo algo que parecia um conto, como tudo que escrevo mostro para minha maior incentivadora e amiga Mylla, o retorno foi positivo. E então, naquela mesma noite, decide que escreveria um livro de romance. Naquele instante a história já começava a se desenrolar na minha cabeça e, quando vi - meus personagens ganharam vida e hoje eles fazem parte de mim. Londres – Do amor nascia a incerteza, trouxe-me emoções únicas e sensações jamais sentidas.




Meu nome é Fernanda Meireles, tenho 26 anos e sou carioca. Nasci na cidade de Nilópolis e atualmente resido em Nova Iguaçu, ambas localizadas na Baixada Fluminense do Rio de Janeiro. Sempre fui apaixonada pela leitura e tinha em meu coração o desejo de escrever minha própria história, mas foi só no ano de 2009 que abracei realmente esse sonho.




Sou magrela e tagarela. Amante de livros, músicas e tatuagens. Uma menina-mulher de 25 anos. Feiosa do Ita. Gosto de cores, sabores e lugares diferentes. Tenho manias terríveis. Vou ter eternamente os cabelos vermelhos. Amo sorrir e amo chorar. Gosto da felicidade e admiro a tristeza. Tenho inspirações e admirações por Paulo Coelho, Stephenie Meyer e Clarice Lispector. Fã incondicional da Amy Winehouse. E essa doce ilusão de achar que me entendo e ainda dividir com as pessoas os segredos da vida. Sou um pouco de tudo e um tudo de nada! Sou como você me vê, posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar.


Maurício Gomyde

 

"Nasci em São Paulo, capital. Meu pai é engenheiro e minha mãe pianista. Sou são-paulino, geminiano, escritor, músico (compositor, baterista, vocalista), gosto de comer qualquer coisa, menos fígado de boi, dobradinha e buchada de bode. Minhas comidas preferidas são bacalhau e a combinação arroz, feijão, carne moída, ovo e banana. Bebo pouco, prefiro cerveja. Nunca fumei, não fumo, nunca fumarei.




Formada em Pedagogia e Administração Escolar, divido meu tempo entre a administração de uma escola, assessoria pedagógica e a escrita. A leitura é minha forte aliada no dia-a-dia. Tenho criatividade e imaginação por isso gosto de escrever. Faço isso desde a minha adolescência quando já escrevia poemas e pequenos contos românticos. Após a minha graduação em Pedagogia e a fundação de minha escola, meu gosto pela leitura e escrita aumentou ainda mais.




Eliane Raye é uma escritora que como tantos outros escritores se divide com várias atividades. Eliane também é dentista e esposa, já foi cantora e hoje dedica parte da vida à inclusão social de crianças carentes na ONG Médicos Solidários. Nasceu em Volta Redonda (RJ), foi criada em Brasília e, atualmente, mora no Rio de Janeiro. É autora de “Os primeiros socorros para os seus filhos” e agora estreia na ficção com o romance O Portal, publicado pela Editora Vermelho Marinho. E sua estreia não podia ser melhor, pois traz um dos gêneros preferidos do grande público: o romance de suspense.




Nasci em agosto de setenta e quatro na cidade de São Paulo e fui uma criança bem ativa. Gostava mais das “brincadeiras de meninos”, pois eu achava mais divertidas do que ficar no meio de bonecas e panelinhas. Comecei a escrever meus romances com uns onze, doze anos e... Um deles eu queimei e os outros foram literalmente para o lixo! Nossa, como eu escrevia mal! Hoje me arrependo de ter feito isso, mas na época eu imaginei que se alguém lesse aquilo, eu ficaria envergonhada! Fiz um bom colégio, graduei-me em Direito e casei com um homem maravilhoso. Hoje escrevo para me divertir, desestressar, sonhar, rir e, às vezes, chorar. Sempre me apaixono por cada novo romance, novos personagens e situações. Sou meio louca, meio pervertida, meio romântica, meio excêntrica e meio… Sei lá! Só sei mesmo é que adoro tudo isso em minha vida.




Nascida em 19/06/1991 em Teófilo Otoni, MG, Bárbara Lorentz (também conhecida, hoje, como Babi) começou a escrever desde novinha quando percebeu que seus pais gostavam de suas pequenas ideias. É uma leitora compulsiva e não sai de casa sem um livro. Escreve sobre eles em seu blog literário que leva o seu nome: www.babilorentz.com




Meu nome é Ligia Gama Miraglia, nasci na capital paulista em 1976 onde vivo até hoje. Gosto do meu nome, Lígia, nunca tinha outra na escola. Criada em uma família de educadoras segui os passos de minha mãe e irmã, que dedicaram a vida a educar crianças criando-lhes o prazer da leitura, me tornei professora e pedagoga. Grande apreciadora da leitura e de História Geral, eu ocupo meu tempo livre para escrever romances de ficção e estudar os fatos marcantes que me interessa. Sou uma pessoa completamente eclética, gosto de tudo que me aguça a curiosidade independente de seguir regras.



Leila Maria Vicente Dias Rego nasceu em junho de 1974, em Cafelândia, Paraná. Aos quatro anos mudou-se com a família para Alta Floresta, Mato Grosso, onde não havia sequer energia elétrica.  Sem televisão, “no meio do nada”, sua infância foi regada de histórias, livros e brincadeiras com os dois irmãos mais velhos. O desejo de viajar e conhecer outras culturas foi determinante para que, anos mais tarde, optasse pela faculdade de Turismo – cursada em Foz do Iguaçu, Paraná. Para se desligar um pouco do dia a dia estressante que vivia na capital paulista, começou a escrever histórias infantis despretensiosas para lê-las para seu filho mais velho antes de dormir. Apesar de nunca ter sonhado em escrever um livro, tomou gosto pela literatura e, simplesmente, deixou a inspiração tomar conta.




Wender Monteiro, natural de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Iniciou a carreira como escritor ainda na adolescência. Tendo como essência literária livros que desenvolvem a imaginação do espectador, o autor decidiu desbravar o mundo com esta peculiaridade. Osiros é um mundo onde o amanhecer pode durar uma vida toda e isso que expressa em sua obra "Preso no Amanhecer".



Helena Andrade é casada e mãe de três filhos. Com formação em Contabilidade, exerce funções na gestão pública municipal de Campinas/SP na área de saúde há mais de duas décadas.Neste seu primeiro livro, deixa fluir por meio das palavras muito da sua sensibilidade, tanto ao dar vida aos personagens, quanto ao descrever lugares com uma qualidade impressionante de detalhes. É escritora de um conteúdo que nos proporciona momentos de prazer e aquele sentimento de “que pena que o livro acabou”, ao ler a última página.